Script de estatística do portal - depende da habilitação de javascript.

Ministério da Saude SUS Governo Federal

O Ministério da Saúde é o órgão do Poder Executivo Federal responsável pela organização e elaboração de planos e políticas públicas voltados para a promoção, prevenção e assistência à saúde dos brasileiros.

Bloco G - Esplanada dos Ministérios, Brasília - DF 70058-900 Telefone:(61) 3315-2425 | Disque 136 Ouvidoria Geral do SUS Horas: quinta-feira 08:00 – 18:00

Portal da Saúde

Saúde do Viajante

DURANTE A SUA ESTADIA

GUARDIÕES DA SAÚDE

Ajude o Brasil a cuidar da sua saúde. Baixe o aplicativo para celular "Guardiões da Saúde" e informe às autoridades de saúde como está se sentindo na sua visita. Você vai ajudar o país a identificar possíveis surtos e prevenir doenças. http://guardioesdasaude.org/


Seja um guardião da saúde da sua comunidade, baixe o aplicativo.

Participe na prevenção de doenças, contribuindo ativamente com a vigilância em saúde no Brasil.

PREVINA-SE CONTRA A GRIPE





Lave as mãos frequentemente com água e sabão. Use álcool em gel caso não tenha possibilidade de lavar as mãos.

Ao tossir ou espirrar, cubra o nariz e a boca com lenço ou guardanapo, preferencialmente descartável. Caso não tenha, espirre ou tussa na parte interna do antebraço (próximo ao cotovelo).

Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.

Mantenha os ambientes ventilados e evite contato próximo com pessoas doentes.

Se você estiver doente, evite aglomerações e ambientes fechados. Também é importante ficar em repouso, consumir alimentação balanceada e aumentar a ingestão de líquidos.

Esteja sempre atento ao apresentar sintomas respiratórios de maior gravidade. Nesse caso, procure imediatamente o serviço de saúde .

SERVIÇOS DE SAÚDE

Os serviços públicos de saúde no Brasil são gratuitos. O turista estrangeiro que apresentar problemas de saúde pode procurar atendimento na rede de atenção às urgências do Sistema Único de Saúde (SUS).

Confira a rede de atendimento disponível http://guardioesdasaude.org/

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS



Usar preservativos é uma das maneiras mais práticas e eficazes de se proteger contra o HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis. Evidências científicas demonstram também que o vírus Zika pode ser transmitido por meio das relações sexuais.

No Brasil, os preservativos feminino e masculino e o gel lubrificante podem ser retirados gratuitamente em postos de saúde, unidades de pronto atendimento, albergues, Centros de Atendimento ao Turista e em outros pontos de distribuição espalhados pelas cidades.

CUIDADOS COM O SOL



O Brasil possui um clima tropical com alta incidência solar e calor na maior parte do ano. Proteja-se do sol com roupas apropriadas, utilize chapéu ou boné e protetores solares. Evite a exposição direta ao sol entre às 10 horas da manhã e 16 horas da tarde. Beba bastante líquido.

ALIMENTAÇÃO



Evite beber água da torneira, de rios, bicas e nascentes. Nem todos os estados possuem água adequada para consumo diretamente das torneiras. O ideal é consumir água mineral envasada.
Tome muito líquido. Caso apresente, em 24 horas, três episódios de diarreia ou um episódio de diarreia com vômito, procure imediatamente o serviço de saúde.

FIQUE ATENTO:

- Limpeza de ambientes, restaurantes, banheiros, utensílios a serem utilizados, dê preferência aos descartáveis;

- Lave as mãos sempre;

- Às condições de conservação, temperatura e apresentação dos alimentos;

- Evite comer alimentos de ambulantes ou de procedência duvidosa;

- Evite comer carnes cruas e malcozidas;

- Evite ingerir ovos crus;

- Lave as frutas e verduras antes de consumir;

- Não consumir alimentos que apresentem as embalagens rasgadas, lacres e tampas abertas, estufadas ou com data de validade vencidas.

ACIDENTES COM ANIMAIS

Mamíferos

Em caso de mordidas ou arranhadura por cão, gato, morcego, ou qualquer outro animal silvestre, lave o local atingido com água corrente e sabão, e procure imediatamente o serviço de saúde.

Peçonhentos

Se tiver acidentes com escorpiões, cobras, aranhas, abelhas e lagartas, não realize procedimentos caseiros e procure imediatamente o serviço de saúde público local. Durante o socorro, mova-se o mínimo possível. O membro atingido deve ser colocado numa posição mais elevada em relação ao corpo e o local da picada pode ser lavado apenas com água e sabão. E, lembre-se, antes de colocar sapatos e roupas, observe se não há pequenos animais peçonhentos no interior. Aranhas e escorpiões, podem se instalar dentro dos sapatos.

Águas Vivas e Caravelas

Para alívio da dor inicial, use compressas geladas de água do mar. Em seguida, realize a lavagem do local da lesão com ácido acético a 5% (Ex. vinagre), sem esfregar a região acometida. Posteriormente, aplique uma compressa do mesmo produto por cerca de 10 minutos, para evitar o aumento do envenenamento.

É importante não utilizar água doce para lavagem do local da lesão e nas compressas geladas, pois pode piorar o quadro do envenenamento. A remoção dos tentáculos aderidos à pele deve ver realizada de forma cuidadosa, preferencialmente com uso de pinça ou lâmina. Procure assistência médica para avaliação clínica do envenenamento.

PICADAS DE INSETOS

É preciso ficar atento ao risco de infecção por doenças transmitidas por mosquitos, como malária, dengue, febre amarela, chikungunya e vírus Zika. Para se prevenir, veja algumas medidas simples:

1 - Aplique repelente nas áreas expostas da pele, seguindo a orientação do fabricante;
2 - Hospede-se em locais que disponham de telas de proteção nas portas e janelas, especialmente se estiver longe das capitais, ou leve o mosquiteiro/cortinado como alternativa;
3 - Em passeios ecoturísticos, utilize roupas que protejam o corpo contra picadas de insetos e carrapatos, como camisas de mangas compridas, calças, meias e sapatos fechados;
4 - Em localidades com transmissão de Malária (Região Amazônica), permaneça, principalmente no período entre o anoitecer e o amanhecer, em locais com barreiras para entrada de insetos como telas de proteção, mosquiteiros, ar-condicionado e use sempre repelente.

INTOXICAÇÕES ACIDENTAIS

Caso perceba algum tipo de intoxicação por exposição a produtos químicos (medicamentos, desinfetantes sanitários, uso de drogas, produtos químicos industriais e agrotóxicos de uso agrícola), peça orientação pelo disque-intoxicação: 0800-722-6001 (ligação gratuita).

Caso esteja no exterior, procure imediatamente o serviço de saúde.

Saúde baseada em evidências
Disque Saúde - Ouvidoria Geral do SUS
Ministério da Saúde - Governo Federal - Brasil