Script de estatística do portal - depende da habilitação de javascript.

Ministério da Saude SUS Governo Federal

O Ministério da Saúde é o órgão do Poder Executivo Federal responsável pela organização e elaboração de planos e políticas públicas voltados para a promoção, prevenção e assistência à saúde dos brasileiros.

Bloco G - Esplanada dos Ministérios, Brasília - DF 70058-900 Telefone:(61) 3315-2425 | Disque 136 Ouvidoria Geral do SUS Horas: quinta-feira 08:00 – 18:00

Portal da Saúde

Data de Cadastro: 20/04/2017 as 13:04:30 alterado em 20/04/2017 as 17:04:54

O Ministério da Saúde recomenda a vacinação contra febre amarela para mulheres que estejam amamentando que residam em local próximo onde ocorreu a confirmação de circulação do vírus (epizootias, casos humanos e vetores), e tem reforçado esta necessidade em todos os serviços de saúde. Endossa ainda que estas mulheres suspendam a amamentação por 10 dias após a vacinação e procurem uma Unidade Básica de Saúde ou a Rede de Banco de Leite Humano para orientação e acompanhamento, a fim de manter a produção do leite materno e garantir o retorno à lactação. Durante a suspensão do aleitamento materno, recomenda-se que a mãe faça a extração e descarte do seu leite regularmente.

O período de suspensão do aleitamento, anteriormente de 30 dias, foi reduzido para 10 dias em razão de este ser o prazo que a vacina precisa para conferir proteção ao organismo da pessoa vacinada. A vacina é bem segura, mas como qualquer medicamento pode ocorrer eventos adversos associados à sua aplicação. Entre 2 e 7 dias após a vacinação cerca de 2% a 5% das pessoas podem apresentar quadro leve, como mialgia, mal-estar, dor de cabeça e febre, com duração de 1 a 3 dias e que desaparecem.

Assim, na impossibilidade de adiar a vacinação, a mulher que esteja amamentando deve adotar opções para evitar o aleitamento materno para proteger o bebê de possíveis eventos adversos. Nesta situação, previamente à vacinação, a mulher pode praticar a extração do leite, de preferência manualmente, e mantê-lo no congelador, para planejamento  de uso durante  o  período  da viremia, ou seja, por 10 dias após a vacinação; ou buscar um serviço de saúde para orientação quanto a alimentação do seu bebê.

Neste momento o país vivencia um surto de febre amarela, e o Ministério da Saúde tem empreendido esforços para interromper a circulação do vírus nas áreas onde foram registrados casos da doença. É importante que a população residente ou que vão se deslocar para as localidades com caso de febre amarela sejam vacinadas conforme a situação vacinal encontrada.

Saúde baseada em evidências
Disque Saúde - Ouvidoria Geral do SUS
Ministério da Saúde - Governo Federal - Brasil