Script de estatística do portal - depende da habilitação de javascript.

Ministério da Saude SUS Governo Federal

O Ministério da Saúde é o órgão do Poder Executivo Federal responsável pela organização e elaboração de planos e políticas públicas voltados para a promoção, prevenção e assistência à saúde dos brasileiros.

Bloco G - Esplanada dos Ministérios, Brasília - DF 70058-900 Telefone:(61) 3315-2425 | Disque 136 Ouvidoria Geral do SUS Horas: quinta-feira 08:00 – 18:00

Portal da Saúde

Data de Cadastro: 24/02/2017 as 14:02:10 alterado em 24/02/2017 as 14:02:10

A Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) esclarece que o Dia D para a vacinação contra a influenza será em 6 de maio, sábado. No entanto, a vacinação para os diversos públicos alvo inicia no dia 17 de abril, uma segunda-feira. No período de 10 a 13 de abril, a vacina estará disponível somente para os profissionais de saúde.

O público alvo da campanha são pessoas com 60 anos ou mais, crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, portadores de doenças crônicas, adolescentes de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, populações privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. Este ano, serão incluídos também na vacinação, os professores do ensino básico e superior das escolas públicas e privadas.

A SVS reitera ainda, que não é possível definir uma data padrão para a realização da campanha, pois a cada ano este calendário tem que ser negociado, uma vez que a produção desta vacina tem especificidades que necessitam ser avaliadas anualmente.

Os laboratórios produtores de vacina de influenza só começam a produzi-la com as cepas que serão incluídas na vacina, a partir do mês de setembro, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) dá autorização para a produção. Isto acontece porque todos os anos é necessário avaliar quais as cepas que mais circularam no hemisfério sul, no ano anterior. Depois de dada esta autorização, os laboratórios levam em torno de seis meses para que a vacina fique pronta, para assim, ser utilizada pela população.

Deste modo, não ser possível a liberação antecipada da vacina, pois sua  entrega aos estados vai depender deste tempo entre a autorização e o término da produção junto aos laboratórios. Este cronograma é reavaliado mensalmente e de acordo com as condições de produção, que a partir daí se pode falar em antecipação ou mesmo adiamento.

É fundamental que todos tenham este entendimento para que não haja divergência nas ações de comunicação das três esferas de governo sobre o período de realização da campanha de influenza.

 

 

Saúde baseada em evidências
Disque Saúde - Ouvidoria Geral do SUS
Ministério da Saúde - Governo Federal - Brasil