Script de estatística do portal - depende da habilitação de javascript.

Ministério da Saude SUS Governo Federal

O Ministério da Saúde é o órgão do Poder Executivo Federal responsável pela organização e elaboração de planos e políticas públicas voltados para a promoção, prevenção e assistência à saúde dos brasileiros.

Bloco G - Esplanada dos Ministérios, Brasília - DF 70058-900 Telefone:(61) 3315-2425 | Disque 136 Ouvidoria Geral do SUS Horas: quinta-feira 08:00 – 18:00

Portal da Saúde

Data de Cadastro: 05/10/2017 as 17:10:10 alterado em 05/10/2017 as 17:10:40

Objetivo da estratégia é intensificar a prevenção e o controle de carências nutricionais em grupos vulneráveis de crianças com idades entre seis meses e quatro anos

O Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Porto Velho realizou, entre os dias 20 a 30 de setembro, a implementação da Estratégia de Fortificação da Alimentação Infantil com Micronutrientes em Pó (NutriSUS) nas aldeias indígenas da região. A ação está prevista na Agenda Integrada da Saúde da Criança Indígena, que preconiza a suplementação nutricional de crianças com idades entre 6 meses e 4 anos e 11 meses. O objetivo da ação é intensificar a prevenção e o controle de carências nutricionais em grupos vulneráveis.

A estratégia consiste na adição de um sachê contendo uma mistura de vitaminas e minerais em pó em uma das refeições oferecidas diariamente às crianças.O sachê é composto de 15 micronutrientes e não altera o sabor do alimento, evita rejeição, é de fácil absorção pelo organismo e não causa irritação gástrica. O consumo do sachê deve ser feito durante 60 dias e ter uma pausa de três a quatro meses. O ciclo deverá se repetir até a criança completar quatro anos e onze meses.

A princípio, o NutriSUS está sendo implementado em aldeias de três polos base do DSEI Porto Velho: Alta Floresta d’Oeste, Guajará-Mirim e Ji-Paraná. “Nessas aldeias, passaremos a acompanhar a oferta do pó pelas equipes durante os ciclos preconizados pelo programa”, explica a responsável técnica de Vigilância Alimentar e Nutricional do DSEI Porto Velho, Daiane Cristina.

De acordo com a enfermeira responsável pela Saúde da Criança, Ione Santos, a adesão ao NutriSUS possibilitará ao DSEI obter resultados significativos na estratégia de segurança alimentar e nutricional. “Já existem vários estudos que evidenciam os benefícios dessa suplementação. Nossa meta é que possamos alcançá-los e que logo possamos estender a ação para todo o Distrito”, reforça.

NUTRISUS

 

Lançada oficialmente em março de 2015, pelo Ministério da Saúde, a Estratégia de Fortificação da Alimentação Infantil com Micronutrientes em Pó (NutriSUS) já vem sendo implantada em diversos municípios brasileiros e nasceu a partir da prioridade de cuidado integral à saúde das crianças de zero a seis anos estabelecida pela Ação Brasil Carinhoso, componente do Plano Brasil Sem Miséria. 

Implantada inicialmente nas creches participantes do Programa Saúde na Escola, a iniciativa tem o objetivo de potencializar o pleno desenvolvimento infantil, a prevenção e o controle da anemia e outras carências nutricionais específicas na infância.

No Brasil, estima-se que uma a cada cinco crianças menores de cinco anos apresente anemia, sendo mais frequente em menores de dois anos. A expectativa é que a suplementação alimentar reduza este índice. De acordo com o Estudo Nacional de Fortificação da Alimentação Complementar (ENFAC), realizado pelo Ministério da Saúde em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), a suplementação reduz em 38% os casos de anemia e em 20% a deficiência de ferro após o uso do sachê em pó.

Saúde baseada em evidências
Disque Saúde - Ouvidoria Geral do SUS
Ministério da Saúde - Governo Federal - Brasil