Script de estatística do portal - depende da habilitação de javascript.

Ministério da Saude SUS Governo Federal

O Ministério da Saúde é o órgão do Poder Executivo Federal responsável pela organização e elaboração de planos e políticas públicas voltados para a promoção, prevenção e assistência à saúde dos brasileiros.

Bloco G - Esplanada dos Ministérios, Brasília - DF 70058-900 Telefone:(61) 3315-2425 | Disque 136 Ouvidoria Geral do SUS Horas: quinta-feira 08:00 – 18:00

Portal da Saúde

Data de Cadastro: 24/11/2015 as 19:11:20 alterado em 30/11/2015 as 14:11:03

 

Baixar áudio 

Tempo do áudio – 2min13seg

REPÓRTER: De acordo com o último levantamento do Ministério da Saúde, já foram registrados 739 casos de microcefalia em 160 municípios de nove estados do país. Pernambuco é o estado com  o maior número de casos, sendo o primeiro a identificar aumento de microcefalia na região. De acordo com o ministro da Saúde, Marcelo Castro, o ministério já está acompanhando os casos e está criando medidas para controlar a evolução.

SONORA: ministro da Saúde – Marcelo Castro

“Nós criamos o GEI, que é o Grupo Executivo Interministerial, envolvendo 17 ministérios para coordenar as ações que nós vamos tomar para o enfrentamento desta questão. Então, você já pode ver a importância que nós estamos dando ao problema e a gravidade com que nós estamos encarando tudo isso aí.”

REPÓRTER: O Ministério da Saúde recomenda que as gestantes mantenham o acompanhamento e as consultas de pré-natal, com a realização de todos os exames recomendados pelo médico, além de outras precauções, como explica o diretor do departamento de vigilância das doenças transmissíveis, Claudio Maierovich.

SONORA: diretor do Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde – Cláudio Maierovich

“Há recomendação, também de que as gestantes evitem contato com possíveis fontes de infecção de qualquer tipo. Isso significa evitar o contato com pessoas com febre, com pessoas que estão com algum tipo de infecção. Que se procure evitar ao máximo a exposição à mosquitos transmissores de doenças.”

REPÓRTER: Além de Pernambuco, foram registrados casos de microcefalia na Paraíba, Sergipe, Rio Grande do Norte, Piauí, Alagoas, Ceará, Bahia e Goiás.A doença é causada por uma má formação no cérebro que não se desenvolve de forma adequada e pode causar a diminuição da circunferência da cabeça do recém-nascido. Outros problemas também podem ser diagnosticados, como por exemplo, o retardo mental e complicações no desenvolvimento da fala. Para mais informações acesse a página do Ministério da Saúde. O endereço é www.saude.gov.br.

Reportagem, Victor Maciel

 

Banner orientações gerais sobre microcefalia

Saúde baseada em evidências
Disque Saúde - Ouvidoria Geral do SUS
Ministério da Saúde - Governo Federal - Brasil