Script de estatística do portal - depende da habilitação de javascript.

Ministério da Saude SUS Governo Federal

O Ministério da Saúde é o órgão do Poder Executivo Federal responsável pela organização e elaboração de planos e políticas públicas voltados para a promoção, prevenção e assistência à saúde dos brasileiros.

Bloco G - Esplanada dos Ministérios, Brasília - DF 70058-900 Telefone:(61) 3315-2425 | Disque 136 Ouvidoria Geral do SUS Horas: quinta-feira 08:00 – 18:00

Portal da Saúde

Orientação para profissionais de saúde sobre febre amarela silvestre

A febre amarela no Brasil apresenta uma ocorrência endêmica, principalmente na região amazônica. Fora da região amazônica, surtos da doença são registrados esporadicamente quando o vírus encontra uma população de susceptíveis (pessoas não vacinadas).

A ocorrência de casos humanos tem sido compatível com o período sazonal da doença (dezembro a maio), entretanto foram observadas epizootias em primatas não humanos (PNH) em períodos considerados de baixa ocorrência, um indicativo de que as condições para transmissão da febre amarela estão favoráveis e que são necessários esforços adicionais para as ações de vigilância, prevenção e controle da doença.

O Brasil registrou casos de febre amarela silvestre em regiões turísticas dos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul e também em áreas do Pará, Tocantins, Distrito Federal, Minas Gerais e São Paulo. A proximidade com regiões urbanizadas e a elevada densidade populacional nesses locais colocam em alerta os sistemas de vigilância e suscitam a intensificação das ações em toda a Área Com Recomendação de Vacina (ACRV), sobretudo naquelas com evidência recente de circulação viral, além da vacinação preventiva de viajantes com destino aos locais de foco além dos indivíduos não imunizados moradores da ACRV.

Em virtude dessas ocorrências e, mais recentemente, dos casos prováveis de febre amarela silvestre registrados no estado de Minas Gerais a partir do final de 2016, a Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde organizou a Nota Informativa Número 02/2017, onde orienta os profissionais de saúde sobre as ações a serem adotadas. A SVS reforça que as medidas de vigilância e controle para a febre amarela ocorrem partir da notificação de evento suspeito.

Diante deste cenário, deve ser ampliada a oferta da vacina contra a febre amarela se as coberturas vacinais nos municípios da ACRV, a fim de prevenir a ocorrência de casos humanos e surtos e orientar viajantes e turistas sobre a importância da vacinação preventiva (pelo menos 10 dias antes da viagem), sobretudo àqueles que pretendem realizar atividades em áreas silvestres, rurais ou de mata.

 


O Ministério da Saúde recomenda que os candidatos à doação de sangue compareçam
ao hemocentro mais próximo para doar sangue antes de serem vacinados contra febre amarela.

Os candidatos à doação que já tiverem sido vacinados deverão aguardar
04 (quatro) semanas para doar sangue,
a partir da data da vacinação.

 

Acesse aqui as orientações da SAS e Anvisa sobre oscritérios técnicos para triagem clínica de candidatos à doação de sangue para o vírus da febre amarela.

 

Veja também:

- Glossário - Febre Amarela

- Lista de municípios com casos suspeitos e confirmados de Febre Amarela

- Novo fluxograma garante maior agilidade para diagnóstico de febre amarela

- Orientação para profissionais de saúde sobre febre amarela silvestre


Informes de Febre Amarela:

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 23

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 22

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 21

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 20

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 19

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 18

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 17

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 16

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 15

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 14

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 13

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 12

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 11

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 10

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 9

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 8

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 7

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 6

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 5

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 4

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 3

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 2

Monitoramento dos casos e óbitos de Febre Amarela no Brasil - Informe 1

Saúde baseada em evidências
Disque Saúde - Ouvidoria Geral do SUS
Ministério da Saúde - Governo Federal - Brasil