Script de estatística do portal - depende da habilitação de javascript.

Ministério da Saude SUS Governo Federal

O Ministério da Saúde é o órgão do Poder Executivo Federal responsável pela organização e elaboração de planos e políticas públicas voltados para a promoção, prevenção e assistência à saúde dos brasileiros.

Bloco G - Esplanada dos Ministérios, Brasília - DF 70058-900 Telefone:(61) 3315-2425 | Disque 136 Ouvidoria Geral do SUS Horas: quinta-feira 08:00 – 18:00

Portal da Saúde

Em um ano, FAB transporta 275 órgãos para transplante

0756f47b-1c3b-45f9-9140-1f793ed0933dA Força Aérea Brasileira (FAB) transportou 275 órgãos para transplantes em 365 dias. Esse resultado foi possível graças à assinatura do decreto nº 8.783, pelo presidente da República, Michel Temer, determinando que uma aeronave esteja sempre à disposição na capital federal para realizar o transporte de órgãos doados.

A medida vale desde o dia 7 de junho de 2016 e também permite o uso de outros aviões da Aeronáutica lotados por todo o País, a depender do trajeto a ser atendido.

Antes disso, a FAB não podia manter uma aeronave exclusiva para transportar órgãos. Entre janeiro e junho do ano passado, apenas cinco órgãos haviam sido transportados pelos aviões militares. No mesmo período de 2017, esse número subiu para 86, o que representa um aumento de 1.600%.

 

 

De acordo com levantamento divulgado pela FAB, os órgãos mais transportados foram fígado (130), coração (68) e rim (44).

Desafio contra o tempo

O processo de transporte de órgãos é iniciado quando a Central Nacional de Transplantes (CNT) é informada por alguma central estadual sobre a existência de órgão e tecido em condições clínicas para o transplante.

A CNT aciona as companhias aéreas para verificar a disponibilidade logística. Se houver voo compatível, os aviões comerciais recebem o órgão e levam ao destino. Quando não há, a central contata a FAB, que desloca um ou mais aviões para a captação e transporte do órgão.

A logística envolvida em um transplante é complexa. Cada órgão tem um Tempo de Isquemia Fria (TIF), ou seja, o período que ele pode ficar sem circulação sanguínea.

O coração é o órgão de menor TIF, já os rins podem ficar até 24 horas sem serem irrigados. O transporte precisa ocorrer em uma caixa térmica que mantenha temperaturas entre 2 a 8°C. Se for abaixo do previsto, o órgão pode congelar, inviabilizando o transplante. Impactos mecânicos também podem danificar o órgão.

Com o transporte realizado pela FAB,  processo se torna mais viável e ágil, uma vez que as aeronaves têm condições para pousar em pistas e aeroportos menores, o que possibilita maior mobilidade fora das capitais.

Brasil: líder em transplantes

O Brasil é reconhecido por ter o maior sistema público de transplantes do mundo. E o Ministério da Saúde quer manter essa liderança, aumentando progressivamente o orçamento para a área. Para se ter uma ideia,  somente em 2016,   o investimento foi de 2,2 bilhões de reais .

Além disso, no ano passado, mais de 90% dos transplantes foram financiados pelo SUS e o número de transplantes aumentou ainda mais depois do decreto que determina a disponibilidade de uma aeronave da FAB para transportar órgãos. O SUS oferece ainda assistência integral e gratuita para o paciente, que inclui exames preparatórios, cirurgia, acompanhamento e medicamentos pós-transplante.

O Blog da Saúde acompanhou recentemente a história da menina Ana Julia.  Ela recebeu um coração trazido por um avião da FAB e está entre   as 357 pessoas que foram beneficiadas com transplantes de coração realizados em 2016, garantindo ao Brasil o recorde de procedimentos. Confira aqui: Transplantes: Esperança para muitas pessoas no Brasil.

O Ministério da Saúde possui um papel importante de notificação com a Força Aérea Brasileira (FAB), pois é a partir desse processo que a aeronave é acionada e a equipe traça o plano de transporte do órgão. Quer saber mais como funciona o processo para salvar uma vida? O Blog da Saúde explica para você: O passo a passo para salvar uma vida.

Confira também o vídeo da TV Saúde sobre a parceria do Ministério da Saúde com a FAB:

 

Fonte: Portal Brasil, com informações da FAB | Aline Czezacki, para o Blog da Saúde

 

Saúde baseada em evidências
Disque Saúde - Ouvidoria Geral do SUS
Ministério da Saúde - Governo Federal - Brasil