Script de estatística do portal - depende da habilitação de javascript.

Ministério da Saude SUS Governo Federal

O Ministério da Saúde é o órgão do Poder Executivo Federal responsável pela organização e elaboração de planos e políticas públicas voltados para a promoção, prevenção e assistência à saúde dos brasileiros.

Bloco G - Esplanada dos Ministérios, Brasília - DF 70058-900 Telefone:(61) 3315-2425 | Disque 136 Ouvidoria Geral do SUS Horas: quinta-feira 08:00 – 18:00

Portal da Saúde

Data de Cadastro: 06/07/2017 as 16:07:58 alterado em 27/07/2017 as 14:07:03

Secretário executivo do Ministério da Saúde representa o Brasil na VI Reunião de Ministros dos BRICS.

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Antônio Carlos Nardi, representou o Brasil na 7ª Reunião de Ministros da Saúde dos Países BRICS, realizada hoje (6), em Tianjin, na China. O encontro teve como tema o “Fortalecimento do Sistema de Saúde e Realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável relacionados à Saúde” e foi precedido pela Reunião de Altos Funcionários do BRICS, que debateu assuntos específicos de interesse comum dos países do agrupamento.

Em nome da atual presidência pro tempore do grupo, a vice-premiê da República Popular da China, Liu Yandong, inaugurou a reunião, ressaltando a importância de fortalecer a cooperação em saúde entre os países do BRICS e destacando o potencial de liderança do grupo em face dos atuais desafios da saúde global. A ministra da Comissão Nacional de Saúde e Planeamento Familiar da China (NHFPC), Li Bin, destacou as qualidades complementares de cada país para lidar com temas de interesse comum do agrupamento, como o enfrentamento de doenças transmissíveis e de doenças crônicas, a saúde materno-infantil e a promoção da saúde.

Em seu discurso, o vice-ministro brasileiro reafirmou o compromisso do Brasil com os esforços dos BRICS na busca de soluções para desafios comuns na área de saúde. “Não há dúvidas de que temos um vasto campo de oportunidades para a cooperação em saúde entre nossos países”, destacou Nardi.
O secretário executivo ressaltou a importância do estabelecimento da Rede de Pesquisa de Tuberculose no âmbito do Plano de Cooperação em TB dos BRICS, proposta liderada pelo Brasil e acordada no Comunicado Conjunto de Tianjin. A rede deverá ser apresentada durante a Conferência Ministerial da OMS sobre Tuberculose que ocorrerá em Moscou, em novembro próximo.

Outra proposta brasileira aprovada durante a reunião foi a criação de um mecanismo regular para promover a concertação multilateral em temas de interesse comum dos BRICS nos foros globais de saúde, em especial no âmbito da Organização Mundial da Saúde (OMS). A proposta objetiva identificar e reforçar a concertação e a convergência de interesses dos países do BRICS nesses foros.
Também participaram do encontro o ministro da Saúde e Bem-Estar da Índia, Jagat Prakash Nadda, o ministro de AYUSH (medicina tradicional) da Índia, Shripad Yesso Naik, o ministro adjunto de Saúde da Rússia, Igor Kagramanyan, e o diretor adjunto do Departamento de Saúde da África do Sul, Thamizhanban Pillay.

MEDICINA TRADICIONAL – Após a reunião de ministros da Saúde, ocorreu a Reunião de Alto Nível de Medicina Tradicional do BRICS. Na ocasião, o secretário executivo do Ministério da Saúde do Brasil destacou o papel cada vez mais relevante das Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde. “O Brasil, nos últimos anos, tem reforçado a importância dessas práticas, cada vez mais presentes no nosso sistema de saúde e na vida dos brasileiros”. Lembrou, ainda, que a integração da medicina tradicional está refletida na inclusão recente de 14 novas práticas na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares, no começo deste ano.

COMUNICADOS CONJUNTOS – As principais decisões tomadas nas reuniões ocorridas na China resultaram no Comunicado Conjunto de Tianjin e na Declaração Conjunta dos Países BRICS para o fortalecimento da Cooperação em Medicina Tradicional.

ENCONTROS BILATERAIS – O secretário executivo do Ministério da Saúde também realizou encontros bilaterais com os demais chefes de delegação do BRICS, ressaltando o interesse do Brasil em fortalecer a cooperação e avançar em ações concretas, por meio da troca de experiências exitosas no âmbito da saúde. Em encontro com a vice-ministra chinesa da Comissão de Saúde e Planejamento Familiar, Cui Li, acordou-se a realização, ainda em 2017, da 1ª Reunião de Alto Nível da Subcomissão de Saúde no âmbito da Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação (COSBAN).

NUCOM/AISA
Anna Lima

Saúde baseada em evidências
Disque Saúde - Ouvidoria Geral do SUS
Ministério da Saúde - Governo Federal - Brasil