Script de estatística do portal - depende da habilitação de javascript.

Ministério da Saude SUS Governo Federal

O Ministério da Saúde é o órgão do Poder Executivo Federal responsável pela organização e elaboração de planos e políticas públicas voltados para a promoção, prevenção e assistência à saúde dos brasileiros.

Bloco G - Esplanada dos Ministérios, Brasília - DF 70058-900 Telefone:(61) 3315-2425 | Disque 136 Ouvidoria Geral do SUS Horas: quinta-feira 08:00 – 18:00

Portal da Saúde

Data de Cadastro: 25/01/2017 as 13:01:31 alterado em 25/01/2017 as 16:01:47

O Ministério da Saúde ampliou a assistência a essa população, com a habilitação de mais quatro unidades de atendimento, totalizando nove centros na rede pública de saúde

Para marcar o Dia da Visibilidade Trans, celebrado em 29 de janeiro, o Ministério da Saúde promove uma ação nas redes sociais. Uma websérie com filmetes contará a história de seis brasileiros transexuais e travestis que receberam assistência no Sistema Único de Saúde durante o processo transexualizador. O lançamento será em Brasília, nesta quarta-feira (25), no Teatro do SESC, ás 18h, com a presença dos participantes dos vídeos e debate com gestores e representantes da sociedade civil.

O Ministério da Saúde ampliou a assistência para essa população, com a habilitação de quatro novos serviços ambulatoriais em janeiro deste ano. Com isso, o Brasil passou a contar com nove centros que ofertam procedimentos como terapia hormonal e acompanhamento dos usuários em consultas e no pré e pós-operatório. Dos nove centros, cinco oferecem cirurgia de mudança de sexo, chamada de redesignação sexual.

O atendimento a transexuais e travestis no SUS vem crescendo ao longo dos anos. Entre 2015 e 2016, foi registrado aumento de 32% nos atendimentos ambulatoriais, passando de 3.388 em 2015 para 4.467 em 2016. O número de cirurgias de mudança de sexo do masculino para o feminino cresceu 48% de 23, em 2015, para 34 em 2016. A terapia hormonal no processo transexualizador também subiu de 52 para 149 procedimentos, aumento de 187%.

PROCESSO – O SUS realiza desde 2008 cirurgias de redesignação sexual (portaria GM/MS nº 1.707, de 18 de agosto de 2008) para a população transexual. O processo de transexualização envolve uma série de procedimentos de saúde que vão desde acompanhamento psicológico, terapia hormonal até a cirurgia em si, se o paciente desejar fazer. A assistência à saúde exige acompanhamento com equipe multidisciplinar por dois anos e idade mínima de 18 anos.

O SUS também oferta procedimentos como: histerectomia (retirada de útero e ovários), mastectomia (retirada das mamas), tireoplastia (cirurgia que permite a mudança no timbre da voz), plástica mamária e inclusão da prótese de silicone e outras cirurgias complementares.

SERVIÇO

Dia da Visibilidade Trans: Direito, Saúde, Respeito, Cidadania e Equidade
Data: quarta-feira, 25 de janeiro de 2017
Horário: 18h
Local: Teatro Ary Barroso, Espaço Cultural SESC, W3 Sul, quadra 504, Brasília


Confira a lista dos estabelecimentos que oferecem Processo Transexualizador


UF

MUNICÍPIO

ESTABELECIMENTO - RAZÃO SOCIAL

MODALIDADE DE HABILITAÇÃO

RS

Porto Alegre

Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Universidade Federal do Rio Grande do Sul/ Porto Alegre (RS)

Ambulatorial e Hospital

RJ

Rio de Janeiro

Universidade Estadual do Rio de Janeiro - HUPE Hospital Universitário Pedro Ernesto/ Rio de Janeiro (RJ)

Ambulatorial e Hospital

SP

São Paulo

Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina FMUSP/Fundação Faculdade de Medicina MECMPAS – São Paulo/SP

Ambulatorial e Hospital

GO

Goiânia

Hospital das Clinicas - Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás/ Goiânia (GO)

Ambulatorial e Hospital

PE

Recife

Hospital das Clínicas/Universidade Federal de Pernambuco/Recife/PE

Ambulatorial e Hospital

RJ

Rio de Janeiro

Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia (IEDE)

Ambulatorial

MG

Uberlândia

Hospital das Clínicas de Uberlândia

Ambulatorial

SP

São Paulo

Centro de Referência e Treinamento (CRT) DST/AIDS

Ambulatorial

PR

Curitiba

Centro de Pesquisa e Atendimento para Travestis e Transexuais (CPATT) do Centro Regional de Especialidades (CRE) Metropolitano

Ambulatorial

Por Carolina Valadares, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa – Ascom/MS 
(61) 3315-3580

Saúde baseada em evidências
Disque Saúde - Ouvidoria Geral do SUS
Ministério da Saúde - Governo Federal - Brasil