Sobre atividade física

Sobre atividade física

Sim. Exercícios físicos regulares são recomendados para pessoas com depressão leve ou moderada porque aumentam os níveis de serotonina produzida no corpo. A serotonina é uma substância capaz de provocar sensação de prazer e bom humor. Além disso, um bom condicionamento físico contribui para a autoestima e o bem-estar da pessoa em geral.

Depende. A musculação auxilia no aumento da massa muscular (massa magra), contribui para acelerar o metabolismo e diminuir o percentual de gordura no organismo. No entanto, como os músculos são mais pesados que a gordura, é comum a balança apontar um peso maior mesmo que a pessoa tenha a nítida sensação de que emagreceu. Isso não é problema, pois a substituição da gordura por massa magra é benéfica para a saúde.

Não. Treinar em jejum não ajuda a emagrecer, nem traz qualquer outro benefício. Ficar muito tempo sem comer diminui a energia do corpo, provoca fraqueza e ainda aumenta a perda de massa muscular. Antes da prática de atividades físicas, o ideal é uma alimentação saudável e leve.

Não. Suar não queima calorias, somente aumenta a perda de água e sais minerais do corpo. Ao eliminar a água do corpo, é possível sentir uma sensação de leveza, afinal os líquidos corporais também compõem o nosso peso total, pois fazem parte da nossa massa magra. No entanto, ao beber água e repor a hidratação, o peso corporal continuará o mesmo.

Sim. Grávidas não somente podem como devem incluir atividades físicas em sua rotina durante a gestação. Isso porque exercícios podem trazer benefícios para a gravidez, como o melhor preparo cardiopulmonar, por exemplo. É importante consultar um médico antes de realizar atividades físicas mais intensas, tendo sempre cuidado com impactos, principalmente nos primeiros meses da gestação.