Crianças entre 12 e 24 meses

Crianças entre 12 e 24 meses

Alimentação saudável e variada

Nessa idade, os pequenos já comem a mesma comida da família. O ideal é oferecer à criança uma alimentação variada, procurando sempre apresentar novas opções de vegetais e frutas, para estimular seu paladar e descobrir novas preferências.

Também é importante que as refeições sejam sempre bem coloridas. Isso porque as cores estimulam o paladar da criança, despertam o interesse pela comida. Além disso, como as cores estão diretamente associadas a determinados nutrientes, um prato colorido certamente proporcionará à criança uma alimentação nutritiva.

Saiba mais sobre as cores dos alimentos

Confira algumas recomendações nutricionais para crianças no segundo ano de vida:

1

Mantenha um intervalo de 2 a 3 horas entre as refeições para garantir que a criança consuma quantidade suficiente de comida.

2

Evite a ingestão de açúcar e produtos que contenham esse ingrediente, pois favorecem a formação de cáries e obesidade.

3

Utilize à vontade as frutas da estação disponíveis na sua região.

4

Se oferecer suco para a criança, opte por fazer isso após a refeição.

5

Procure dosar o consumo de leite de vaca. A ingestão excessiva desse alimento está associada à anemia entre crianças menores de 2 anos. Nessa fase, o consumo deve ser limitado a 500ml por dia, caso a criança não seja mais amamentada. Se for, o consumo de leite de vaca é desnecessário nesse período.

6

Não ofereça açúcar, doces em geral, salgadinhos, refrigerante, refrescos artificiais, achocolatados, gelatinas e outras guloseimas antes dos 2 anos de vida. Essa prática estimula as crianças a preferirem esses alimentos em substituição à alimentação básica.

7

Mantenha o aleitamento materno até os dois anos ou mais. Quanto mais tempo a criança mamar no peito menor a chance de se tornar obesa

  • 10 Passos para uma alimentação saudável para crianças até dois anos

  • 1. Dê somente leite materno até os 6 meses, sem oferecer água, chás ou qualquer outro alimento.

  • 2. Ao completar 6 meses, comece a oferecer, aos poucos, outros alimentos (cereais, tubérculos, carnes, legumes e frutas) três vezes ao dia, mantendo o leite materno até os dois anos de idade ou mais.

  • 3. Ofereça a alimentação complementar de acordo com os horários de refeição da família, em intervalos regulares e respeitando o apetite da criança.

  • 4. A alimentação complementar deve ser espessa desde o início e oferecida de colher. Inicie com a consistência pastosa (papas/purês) e, aos poucos, aumente a consistência até chegar à alimentação da família.

  • 5. Ofereça à criança diferentes alimentos ao dia. Uma alimentação variada é uma alimentação colorida.

  • 6. Estimule o consumo diário de frutas, verduras e legumes nas refeições.

  • 7. Evite açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadinho e outras guloseimas nos primeiros anos de vida. Use sal com moderação.

  • 8. Cuide da higiene no preparo e manuseio dos alimentos. Garanta condições adequadas de armazenamento e conservação.

  • 9. Estimule a criança que estiver doente a se alimentar, oferecendo sua alimentação habitual e seus alimentos preferidos, respeitando a sua aceitação.

  • 10. Assimile esses hábitos saudáveis você também. Crianças que vivem em famílias com hábitos saudáveis tendem a assimilar esse comportamento com mais naturalidade